Enterrado Vivo (Buried) 2010

Posted on 03/02/2011 por

0


Enterrado Vivo (Buried) é o segundo filme do audacioso diretor espanhol Rodrigo Cortés. Não é todo dia que se vê um diretor iniciante encarar um longa-metragem com apenas um ator em cena e, ainda pra piorar, passado exclusivamente em um único e claustrofóbico cenário.

A premissa é simples. Paul Conroy (Ryan Reynolds) é um motorista de caminhão americano que foi contratado para prestar serviços no Iraque e acaba sofrendo um ataque terrorista durante uma de suas viagens.  O atentado deixa Paul inconsciente e, quando acorda, descobre que foi enterrado pelos terroristas.

O filme começa no exato momento do despertar atordoado de Paul, que entra em desespero ao descobrir que está preso dentro de um caixão de madeira com apenas um isqueiro e um celular desconhecido. A partir disso, o filme se desenvolve através das conversas telefônicas de Paul (terroristas, família, autoridades americanas, etc.) enquanto, ao mesmo tempo, tenta sobreviver aos obstáculos do seu aprisionamento (falta de espaço, desmoronamentos, invasão de uma cobra).

O grande êxito do filme é conseguir passar de forma convincente a sensação de enclausuramento vivenciada pelo personagem principal. Para atingir esse fim, o diretor abusa de cenas com baixa luminosidade e de closes que evidenciam o sufoco de Paul dentro do caixão, quase sem espaço para realizar qualquer movimento.

Outra grande ousadia do diretor foi a escolha de Ryan Reynolds para interpretar Paul. O ator é amplamente conhecido pelos seus papéis em comédias românticas – ainda que já tenha experimentado o cinema de terror em “Horror em Amityville” – sendo uma opção muito arriscada para viver um personagem que passa o filme inteiro confinado.

Contudo, sua decisão se mostrou acertada e Ryan Reynolds me surpreendeu positivamente com uma atuação intensa e eficiente, demonstrando que tem talento suficiente para papéis mais elaborados e com maior carga emocional.

Não é um filme para qualquer um pois as limitações de elenco e de cenário podem desagradar um espectador mais convencional, mas para aqueles que curtem diferentes formas de cinema e valorizam a busca por soluções originais para contar uma história, o filme é altamente recomendável.

Nota:

Posted in: Suspense